PASSO A PASSO

2017-11-23


Velocidades de
tartaruga JJJ
Antunes Ferreira
Para quem goste de desporto automóvel há circuitos, rallies, circuitos com carros com tração às quatro rodas, bajas etc. O Rally de Portugal até o Melhor do Mundo! Todos têm em comum os motores e os combustíveis. Não sou mui fã deles, mas por (raras) vezes assisto às corridas na televisão, mas não adormeço; porém existem verdadeiros adoradores (???) que chegam a passar noites junto aos locais das corridas e malta que enche as bermas que ladeiam as estradas…


As preparações para diversas provas de automóveis e motos são uma feira de boxes
Boxes....mas sem boazonas
com mecânicos, directores dos fabricantes e especialmente meninas normalmente boazonas! O público, seja nas bermas das estradas, seja nos assentos das bancadas dos circuitos têm uma euforia de loucos! Levanta-se, grita, aplaude, incita que tais ruídos que chegam a não deixar ouvir os motores dos competidores. Há ainda as partidas coloridas e cheias de gentes.

As provas de automóveis, motos, todo-terrenos pelo Mundo atraem milhões de assistentes que nunca, mas nunca, faltam, como deuses em veículos de competição com rodas. Pela minha parte, sublinho o que digo nos dois primeiros parágrafos deste texto.  Mas há gente para tudo. O facto de não apreciar essas provas e, além disso, os acidentes dão na maior porte delas, coisas que não deviam ser mas ocorre. Tome-se o que acontece nos karts
Karts - o principio de tudo...
, ou nos carrinhos eléctricos das feiras, bom, nem tanto ao mar, nem tanto à terra.

Por volta de 1952 o circuito de Monsanto era onde os portugueses matavam a fome de corridas de automóveis desportivos não tinha pontos especiais: era o circuito que tinha o nome do local. Já em Macau o circuito da Guia; é um circuito de rua
A Guia foi criada em 1954 e a é pista que decorre na Guia e é nesta pista que decorre o, um evento de automobilismo e motociclismo
O Circuito da Guia é dividido em 19 curvas, sendo que as principais são a do Hotel Lisboa e a Melco, a mais estreita delas.
Recta dos boxes: é a recta principal do circuito, que na verdade é uma sequência de três rectas,
Interior do Hotel Lisboa
separadas pelas curvas R, Hotel Mandarim e Hotel Lisboa. Também é o trecho mais largo da pista, chegando a 14 metros na segunda rect
a.
Curva do Hotel Mandarim: curva que antecede a do Hotel Lisboa.
Curva do Hotel Lisboa: curva de 90º feita em velocidade razoavelmente alta, é considerada o trecho final da recta dos boxes. É o ponto onde acontecem frequentes acidentes, principalmente na largada.
Subida da São Francisco: curva mais aberta e mais veloz que a do Hotel Lisboa, sua marca registada é uma barreira de pneus situada no seu ponto de tangência que ocasiona diversos acidentes, como em 1996 e 2004.
Melco: curva mais estreita do circuito, a Melco é considerada a "Loews de Macau" pela sua estreita largura de sete metros, feita apenas em primeira marcha, e onde um toque com o guard-rail é inevitável.
Curvas da Maternidade, Solidão e Dona Maria: curvas que antecedem a curva Melco.
Recta dos Pescadores: recta que antecede a curva R e, consequentemente, a recta das boxes.
Curva R: última curva do circuito, é o ponto inicial da recta das boxes.

Poderão perguntar os leitores como é que esta pessoa sabe tanto disto? A explicação é simples: desloquei-me à então Cidade do Santo Deus de Macau por várias vezes (nove ou dez) na qualidade de colaborador da Revista Macau editada pela Comunicação Social; numa das visitas e por via disso, assisti uma vez (e basta!) ao Circuito da Guia
Circuito da Guia
. Dada ao meu desamor que logo no início deste textículo referi entendem os leitores o basta!... Ainda por cima, presenciei um desastre horrível: um dos condutores capotou, foi deitado para fora e foi esmaga-se numa parede, pois o seu capacete saltara no sem capacete no acidente. A partir daí senti-me um pés-de-galinha; nunca mais participei numa desgraça automobilística!!! 

Volto ao princípio deste textículo para dizer que as corridas de automóveis recuam ao século dezanove. Em 1894 foi organizada a primeira competição foi organizada a    primeira competição na França pela revista parisiense Le Petit  Journal entre Paris para Ruão entre Paris para Ruão , um teste de confiabilidade para determinar o melhor desempenho, na época foi chamada Concours des Voitures sans Chevaux (Competição de Carros sem Cavalos). 69 carros começaram a corrida de 50km que iria determinar os classificados para a corrida principal de 127 km, apenas 25 se classificaram. O conde Jules-Albert de Dion foi o primeiro a chegar em Ruão no tempo de 6 horas e 48 minutos, numa velocidade média de 19km/h, contudo sua vitória não foi contabilizada já que o seu carro continha um acessório proibido, por essa razão o título da corrida foi dado a Georges Lema.

Adicionar No antigamente...

Em Portugal a primeira corrida de automóveis foi no dia 14 de Outubro de 1896. Nessa mesma data foi adquirido um “Panhard et Levassor” pelo conde de Avilez. A estória que vou contar é a seguinte: Um senhor foi correr as 24horas de Lemans; ao fim dela chegou em último. O seu patrocinador berrou com ele: Então você mais condições  assim, treinou nas melhoras pistas às corridas, ficou em hotéis de cinco estrelas, viajou na primeira classe de avião e foi o último. Porra! isto não pode ficar assim!. Em primeiro lugar diga-me o que aconteceu!

Perguntar como era o caminho


Ó patrÂo é que eu tive de parar vinte e seis vezes… O patrocinador: Quartas??  O condutor que estava à espera de vinte e seis galhetas... O patrocinador: vinte e seis vezes! Como explica essa merda? O condutor: Bom, as duas primeiras duas paragens nas boxes foram para mudar de pneus; as vinte e quatro foram para perguntar como era o caminho… O patrão: Puta que o pariu!!!!!!






20 comentários:

  1. Muito corres tu, Henrique, mas sempre contra os ditames das corridas convencionais. Olhas para o que te rodeia, tiras a fotografia e aí vais tu para a redacção do jornal, perdão, do blogue. Ris-te dos sisudos, dos empertigados, dos importantes, dos desastrados... Ah, mas para lá desse riso, sempre com mil e uma leituras, adoras uma boa piada, fazes tudo pela tua família, pelos teus amigos, curtes bué um bom companheirão. Gostas da vida, está visto, mas tens uma visão muito própria da dita.
    Antunesamigo, fazem falta mais pessoas como tu.

    Grande abraço

    ResponderEliminar
  2. Caríssimo Agostinhamigo I

    Um elogio mais do que excelente -tenho de te dizes já foi pôr o babéte, pois estou babadinho pelas tuas gentis palavras à óptima forma de escrever com observações risonhas - nada te posso responder, apenas com uma palavra: obrigado

    Um abç do teu grande amigo (só esta blogosfera permite que eu te fale assim...) Mas não perdes pela demora: marca o restaurante, o dia e a hora, para podermos aviar um banquete, Ok?

    Um abração do

    Henrique, o Leãozão (que se safou nesta quarta feira contra os helénicos...:-)))))))))))))))

    ResponderEliminar
  3. Hola estoy aqui como tu me digiste.
    Y tu pregunta sobre Catalunya mi respusta seguro que no te gustara asi que no opino.
    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida ANNamiga

      Holla| Creo que despuez de tanto tiempo veniste acá.
      Muchas ggracias
      Un quezito de tu amigo
      Henrique , el grada Leon

      Eliminar
  4. HenriquAmigo.
    Como sabes sou um lusófilo de carteirinha e - graças a ti - soube dos primórdios da corrida de automóveis no reino distante além-mar.
    Não sabia - também - que as corridas iniciaram na primeira metade da última década do século XIX.
    Nossa, a lambisgoia da Agrado, aquela mexeriqueira mor que tudo sabe e tudo vê, disse que a tartaruga é transsexual. Por Freud, o que a viperina tem a ver com o gênero da tartaruga?
    Já que estou a falar da tartaruga lembrei do desenho amimado:

    https://www.youtube.com/results?search_query=tartaruga+touch%C3%A9+abertura

    https://www.youtube.com/watch?v=_5ryN-ShL8A

    Caloroso abraço. Saudações disputadas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Casto conframigo

      Primeiro de tudo quero agradecerte a tua visita e teu comentário; um senão Lemans é na França...:-))))))

      O desenho animado vou ver; que concerne a fdp, por extenso filha da puta nem vê-la

      Bjs da Raquel & abç do Leãozão

      ___________________

      quando nos encontramos?

      Eliminar
  5. O desporto automóvel, numa me encheu o olho como dizia a minha avó.
    Mas gostei da história.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Elvinrhamiga

      Já somos dois; mas pelo texto muito obrigado.

      Qjs do Henrique, o Leãozão

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Querida Dianamiga

      :-)))))))))))))))))))))))))))

      Qjs do Henrique, o Leãozão

      Eliminar
  7. O grande Prémio foi na semana passada.
    Com mais uma morte brutal nas corridas de motos.
    A pancada que eu levei por defender que se devem repensar as condições de segurança no circuito, especialmente nas corridas de motos.
    Aquele abraço para ti, beijos para a Raquel, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Coimbramigo

      Uma tragédia!!!!!!!!!

      Triqjs do teu caro (não se trata de dinheiro)abç para tu do

      Henrique, o Leãozão

      _______

      muitos parabéns pelo teu FÊCÊPÊ. O Sérgio Conceição é aquela máqina!

      Eliminar
  8. Bom dia, amigo! gosto do mundo automóvel, sou apreciador da evolução que os mesmo tem sofrido num todo, grande parte da evolução deve-se há tecnologia utilizada na aviação comercial, é copiada do avião para o automóvel, hoje não se para para perguntar o caminho, na formula 1 e não só, a segurança é muito maior, o automóvel de hoje dentro de pouco tempo está ultrapassado porque a evolução é continua.
    Bom fim de semana e semana,
    AG

    ResponderEliminar
  9. Caro Antóniamigo

    Concordo Contigo a 100%. É caulino como é vulgar: assassanimar..., assinar este texto em baixo no final dele.

    Um fds fim de semana escelente

    Abç do Henrique, o Leãozão

    __________

    ResponderEliminar
  10. Está-se a ver que era um circuito sem sinalização adequada... :))

    ResponderEliminar
  11. Querida Luisinhamiga

    Poizé.

    Um circulo, oops, circuito sem civilização, oops, sinalização...

    Bjs da Raquel e qjs do Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  12. Afinal sabes imenso sobre corridas de automóveis, o que não é de admirar, pois uma pessoa como tu e com a profissão que tiveste interessa-se por muitas coisas.
    Este texto tinha que ter o teu toque de humor... Gostei, meu Amigo.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  13. Querida Gracinhamiga II

    Tens carradas de razão mas (adversativa que serve para chatear consegui e não consigo falar em anatomia de animais de casa e do exterior, exemplo a girafa e o canguru Há me esquecia da baleia e do ornitorrinco... :-))))))))

    Um bilião de qjs poetisa da minha alma do

    Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  14. Um corredor da automóvel guiado por GPS é que era, Henriquamigo!
    Alembras-te de cada uma que os caninos não param de morder. As boazinhas que farejam o circo é que descrevesse muito a correr. É verdade que nas corridas não se pode perder muito tempo que a bandeira do xadrez sobe e desce num esfregar d'olhos.
    Venha mais prosa bem disposta da Oficina do Ferreira (inoxidável!).
    Abraço.

    ResponderEliminar
  15. Gostei. Fez-me lembrar a minha adolescência, corria tudo para ver rallys, o namorado era fâ e eu tornei-me também :)

    ResponderEliminar