PASSO A PASSO

2016-05-14



Debruado a rugas



AVISO AOS INTERESSADOS E ATÉ AOS DESINTERESSADOS:
Este post tem apenas umas pinceladas políticas; não parece bem
ao modesto autor dele que seja muito saudável bater e rebater
questões que vão dos Panama Paper’s (onde o Senhor Ângelo Correia
nunca participou, segundo declaração do Senhor Ângelo Correia)
até aos erros ou os sucessos deste Governo, e a frenétíca presidência
do Senhor Marcelo Rebelo de Sousa
passando pelo fel destilado pelo Senhor Passos Coelho
em cada discurso ou comentário que faz…


as minhas imagens.jpg
Adicionar legenda

Antunes Ferreira
Comparar o velho debruado a rugas com Noé era exemplo de asneira; o homem da arca vivera até aos 950 anos tornado exímio desengarafador de tinto, branco, rosé ou verde. Se o fizermos com Matusalém, o resultado ainda é pior. De acordo com a Bíblia – Antigo Testamento, citado no Génesis 5:21-27 e transcrevendo a Wikipédia, o nosso personagem terá sido avô de Noé e falecido no ano em que começou o Diluvio Universal a coisa é muito diferente pois este personagem bíblico chegou à bonita idade de 969 anos.
 Matusalém, Metusalém ou Metusalah (do hebraico מְתוּשָׁלַח) foi o homem mais longevo que marcou lugar nas páginas sagradas seguidas especialmente pelos judeus. Pois o velho que quando jovem vendia cautelas, anda hoje à roda, o primeiro prémio é de cinco mil contos, num local próprio, na esquina dos Restauradores com a rua Jardim do Regedor onde ficava a antiga sede dos vermelhuscos encarnados, hoje conta as horas, os dias e quiçá os anos, e vê passar os navios em especial os de cruzeiros sentado à sombra do Adamastor no Largo de Santa Catarina.

Não é preciso perguntar-lhe quantos anos tem – ele sabe-os bem – pois, tal como as damas subtrai-lhes uma quantidade deles. E a cara sulcada por muitos arados, daí as rugas, informa, muda, que o velho tem muitos anos. E os que passam paulatinamente, reformados a quem o Passos e o Portas tiraram uma fatia das pensões, miram o velho mas não se detêm a fim de apanhar lugar nos bancos de madeira e ferro que são poucos. Nos outros – nem pensar.


Um dia vou perguntar-lhe se sabe quem foi o Matusalém e tenho a certeza de que me vai responder que não o conhece mas se calhar é gajo para ter jogado no Oriental. Não se recorda mas tem a certeza que não foi futebolista quando os Grandes incluíam o Belenenses.

APRESENTAÇÃO

Este blogue que hoje se inicia funciona em paralelo com  A Travessa do Ferreira. Isto quer dizer que os textos publicados num e no outro são os mesmos. Parece-me que será mais fácil comentar aqui. Mas, se calhar, a vossa opinião é outra; mas como nos meus blogues a Liberdade e a Democracia são absolutamente uma regra sem excepção poderão expressa-la nas colunas ora iniciadas sem receio de qualquer tipo de censura. Insultos despropositados não; comentários por mais ácidos que sejam, sim Conto como sempre com a vossa colaboração e espero e desejo que gostem desta nova aventura na Blogosfera. Sejam bem vindos