PASSO A PASSO

2016-08-26



Porra!

Antunes Ferreira

P
orra! Permitam-me um desabafo pessoal mas tenho de descomprimir e contar o pesadelo por que vou passando. Conto, como sempre, com as vossas paciência, benevolência e aceitação. Enquanto que para Cristiano Ronaldo 2016 é o melhor da sua vida profissional, para mim é um ano esfarrapado. Não é, no entanto, o horribilis de Isabel II (que teima em sobreviver), mas realmente é esfarrapado. Se não veja-se o que me tem acontecido desde o dia 1 de Janeiro, o que prova o que anteriormente enunciei: e-s-f-a-r-r-a-p-a-d-o! Não acreditam? Eu conto e depois me dirão se tenho ou não tenho razão. Desculpem-me a chatice que vos dou.

Sem legenda


A

penas chegados a Goa tivemos, a Raquel e eu, a dolorosa noticia dada pelo Miguel, o nosso primogénito, de que a Bebé, a Maria Gabriel, falecera. Estava internada no Pulido Valente com um cancro nos pulmões – fumava mais do que uma chaminé de central a carvão para produzir electricidade. E além disso carregada de metástases por tudo o que era corpo.  Toda a gente a tinha avisado; parava, mas mal o anunciava, já estava a recair no cigarro. 

E
ra muito mais do que nossa irmã; era nossa Amiga. Durante quarenta anos. Em muitas situações, algumas graves, estava sempre presente para nos ajudar e amparar. Comia aos sábados colectivos connosco, era mais uma da nossa família. Viúva aos 26 aos de um Amigo excelente desde os tempos em que jogávamos râguebi nunca voltara a casar. Fora militante do MRPP, mas o tempo “curara-a”. Completara 62 anos.

T
ínhamos ido visita-la antes de partirmos; bem ao contrário de muitos maus dias, estava bem-disposta, não se sentia abafada e o médico aquando da visita diária, dissera-lhe que lhe daria alta. Logo que entrámos no apartamento de Miramar, nossa habitual pousada em Goa, a Raquel telefonara-lhe para saber como passara a noite. Excelente, o médico quer-me amanhã em casa. No dia seguinte foi o telefonema do Miguel: morrera durante a noite, sufocada.

Maldito cancro!


L
ogo como se fora uma rajada, menos de um mês passado, recebia por imeile uma desgraçada informação: falecera também de cancro o meu vogal no Conselho Fiscal da ANACOM, a que presido, e também meu bom Amigo José Vieira dos Reis ex-bastonário da Ordem dos Revisores de Contas que eu ajudara a mudar para de Câmara passar a Ordem, OROC. E que depois do ministério das Finanças (eu estava num dos piores momentos da depressão bipolar) me levou a para a nova Ordem como assessor dele e chefe da informação. Mau! O ano prometia…

E
m Goa tudo corria (e felizmente correu) no melhor dos mundos. Regressámos a Lisboa e logo recomeçaram as chatices. Recebemos a triste notícia de que o Ion Floroiu, antigo embaixador da Roménia em Portugal e outro grande Amigo tinha partido (sei lá para onde) em Bucareste, vítima de mais outro cancro. Antes de partir para Panjim tínhamos ido durante duas semanas à capital da Roménia – coisa que há muito nos “pedia” – para passa-los com a família e estava tudo bem. Agora, reconhecíamos que fora como que uma despedida.

Pela Internet


P
orém, ainda teria de haver mais merdas.  Estávamos em falta na apresentação do IRS em comum, como sempre, porque estávamos em Goa. O Miguel fez-nos a declaração, também como sempre, através da Internet. As Finanças aceitaram-na. Simulação: tínhamos de pagar 747,86 euros. Melhor do que no ano anterior. Parecia que tinham desaparecido as nuvens negras que sobre nós pairavam.

M
as veio carta da Autoridade Tributária: havia qualquer coisa mal e tinha de me deslocar à Repartição de Finanças. Para além da multa, aliás coisa pequena, tínhamos de fazer duas declarações separadas. Resultado 2.867,06 euros!!!! Caiu-me tudo o que tinha pendurado aos pés. Já era pior do que o deus-me-livre. Tinha de pedir que o pagamento fosse em seis prestações sem juros, pois não tinha tais massas disponíveis. Ainda aguardo a decisão, mas parece que a solicitação foi deferida. Vá lá...

AVIS -  Mais uma acha para a fogueira


E
ntrementes, mais uma facada. O Miguel era há 26 anos director financeiro e administrativo da AVIS – Rent a car – e em 2011 fora considerado (e galardoado) o melhor da Europa nas suas funções. Mas os americanos tinham comprado a firma e começaram a moer o espírito do meu filho. Ao fim de quatro anos em que lhe “fizeram” a cabeça para ver se ele se demitia, pois já tinham eliminado quase todos os trabalhadores a começar pelo Director-geral de Lisboa, tinham-no considerado péssimo e sem mais aquelas demitiram-no.

A
os 52 anos um homem (e excelente economista) por cá é considerado “velho”. Ainda anda à procura de emprego sem grandes hipóteses, mesmo com a experiência de quem trabalhou mais de duas décadas e considerado sempre o melhor até virem esses pulhas americanos conluiados com outros pulhas – os espanhóis - que ansiavam fechar Lisboa e passar todo o serviço administrativo para Madrid.

Sem legenda


U
m homem não é de ferro. O meu primogénito anda descoroçoado. E eu como pai também ando. Mais uma machadada que levei. As coisas pareciam ter acalmado. Pura ilusão. O que viria a seguir – e veio – por inesperado, fez-me ter medo o que não me é vulgar até que... Nas picadas angolanas como oficial miliciano tive-o; um homem também não é de pau e não nasci para ser herói. Porra! Estou farto de 2016!

E
 agora vejo-me metido numa grande “alhada”.  Mais uma. Resumo: há umas semanas fui à minha médica de família que, depois de me ter observado cuidadosa e minuciosamente, pelos sintomas que eu apresentava disse-me que poderia ter Parkinson. Caramba! Como devem compreender, fiquei muito abananado, quase perdi a cabeça, enchi-me de receios e até pensei em abandonar a escrita – o que para mim seria fatal!

Medo...


A
té escrevi um imeile à Maltamiga a contar o que se passava, mas sem mencionar o nome da doença, o que motivou centenas – exactamente centenas – de resposta desejando-me as melhoras e solidarizando-se comigo. E proibindo-me de deixar de escrever! Malta bué da fixe!!!! Entretanto, com a ajuda de dois médicos meus amigos durante os primeiros cinco anos do Camões fui-me acalmando. Novos medicamentos tinham aparecido durante os últimos anos; com eles iria passar sem problemas até ao fim da vida. E indicaram-me neurologistas, para tirar dúvidas.

T
enho andado à procura de um deles, qualquer que seja, para tentar marcar já uma consulta ao que encontrar primeiro. Os meus amigos disseram-me que todos eram competentíssimos. Depois do diagnóstico final, iria saber o resultado. Mas, em Agosto, toda a gente vai de férias.  Devo, pois, de aguardar sem me enervar, não vá de novo aparecer a maldita depressão bipolar, Vade retro Satanás. Foram quatro anos de pesadelo que não posso nem quero repetir!

Péssima doença


E
 hoje (2016/08/24) quando estava a terminar este escrito, telefona-me o meu irmão Braz, (o único que agora tenho, pois o outro, João, há muitos anos dera um tiro na cabeça com a espingarda com que caçava elefantes em Angola…) a comunicar-me chorando, que acabara de saber que tem um cancro na próstata. Ele vive e tem escritório no emirado Ras Al Khaimah (EAU), como engenheiro consultor de cimenteiras. Que posso fazer daqui? Gaita! Claro que, mesmo assim, contactei o Vasquito, primo da Raquel (e meu) que vive no Dubai, e que logo começou a ampara-lo. Boa gente… (Agora (23:17 de 27 deste mês de Agosto chega-me a informação de que o meu irmão já está hospitalizado e já tem metástases no fígado e nos rins. Imagino-o na cama do hospital a pensar como a vida é filha da puta. Já terá dito que nunca mais nos vê, a nós e aos sobrinhos netos...) 

E
 agora digam-me se 2016 não é para mim um ano muito esfarrapado. Já chega. Como dizia um senhor numa telenovela brasileira: que mais me irá acontecer? Porém aqui chegado faço uma reflexão. Diz o ditado que não há mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe. E a esperança é a última a morrer. As nuvens negras vão desvanecer-se e o sol brilhará intenso. Tenho de olhar em frente e seguir o meu caminho. Com força e firmeza. Nada de fatalismos; nada de fados. A força da razão vencerá a razão da força (?) É com este espírito tão positivo quanto me é possível que termino esta crónica. Não esquecendo o que disse o marquês de Pombal. "O homem tanto pode que, mesmo depois de morto, ainda são precisos quatro para tira-lo da sua casa.."



(Aproveito o ensejo para agradecer do fundo do coração a todas e todos que me manifestaram a sua preocupação, a sua solidariedade, o seu apoio e a sua amizade; por isso deixo aqui um muitíssimo obrigado!)




===========                                                  =======                   


Uma nota, apenas:

Não sou rico, ou mais correctamente, não somos ricos, nunca recebemos heranças, nunca roubei nem especulei, nunca joguei a dinheiro, nunca fui à Bolsa - daí que vos informe que somos remediados – mas contamos os euros no fim de cada mês o que é uma chatice, pois nos fins de meses sobram dias e faltam as ma$$a$...

Por isso a indisponibilidade financeira leva a que nos não possamos ajudar como queremos o meu irmão Braz. As passagens aéreas (no caso de ele querer vir para cá…) são caras e assim não podemos ir lá. Ainda que se ocorrer uma emergência faremos o necessário – deixaremos que nos roubem os anéis, ficarão os dedos; e as poucas reservas de que dispomos têm de chegar para isso. Instalação cá - isso sim; a nossa casa (alugada) tem espaço suficiente.

Quando alguém vem ao nosso apartamento pode pensar que somos milionários e infelizmente não somos; é preciso informar que o recheio dela, aliás bonito, resultou do que ganhámos a Raquel e eu, são fruto do nosso trabalho tão honesto quanto possível. Quase tudo veio de locais diversos, dos países por onde passámos (eu principalmente em serviço; a Raquel era contabilista na TAP e daí os bilhetes “de cão” quase gratuitos que usávamos e algumas vezes por ano…)  Outros são de cá.


Não estou a fazer uma confissão; costumo dizer que fui católico mas curei-me. Estou apenas a dar uma informação que creio conjugar-se com o escrito. Perdoem-me por vos chatear, mas assim fico mais descansado. É uma catarse. Os Amigos também são para os maus momentos. Obrigado

==========================================



62 comentários:

  1. Realmente meu querido amigo o seu ano de 2016 está
    a ser péssimo. Mas sabe amigo, o meu também não,
    e certamente de muitos outros amigos também não.
    Este ano já tive imensas chatices, já morreram vários familiares, também tenho um familiar na
    Irlanda c/2 filhos pequenos que ficou sem trabalho no início do ano e ainda não conseguiu novo emprego!!! Parece que tudo nos acontece...mas o pior são os problemas de saúde. Espero amigo que consiga rapidamente a consulta de um neurologista e que não se confirme, ou se confirmar, que seja rapidamente atacada a situação de modo a causar o
    minímo de estragos. Desejo ao amigo que as coisas melhorem e que possa acabar este 2016 um pouco melhor.Bjs a si e à Raquel.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Irenamiga

      A vida é madrasta. Ponto. Compreendo(oh se compreendo!) as tuas razões para estar a passar um mau momento. Não sou supersticioso mas 2016 é um ano bissexto. As últimas noticias chegadas há poucos minutos deixam-me inerme e a tantos quilómetros do meu irmão e da doença dele

      De qualquer forma, muito obrigado

      Qjs do Leãozão

      Eliminar
  2. Lamento tantos acontecimentos
    de dor e sofrimento.
    Força aí.
    Se puder conheça o Espelhando.
    Bjins
    Catiaho Alc.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catiahamiga

      (Só agora entendi que és mulher; desculpa-me o erro que cometi no teu blogue)

      Obrigado pela solidariedade. Volta mais vezes e em tempo melhor

      Qjs = queijinhos = beijinhos

      Leãozão

      Eliminar
  3. PORRA MESMO, Henriquamigo!!! É caso para perguntar:«Que mais vos irá acontecer?!»

    Não há palavras que cheguem para o tentar animar! Mas há que ter força e coragem e não se deixarem ir abaixo!!! Lamento muito pela situação do vosso primogénito. É de cais tudo ao chão, de facto.

    Quanto ao Parkinson... já disse: calma que «vaso ruim não quebra»! Eh eh eh eh...

    Beijinhos amigos para o simpático casal!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gracinhamiga

      As tuas gentis palavras vêm confirmar o que já sabia: és mesmo nossa Amiga, sem sombra de dúvidas!!!

      Podes crer que vou tentando animar-me; mas mesmo assim como posso estar sabendo que o meu único irmão sofre muito e muito lá longe e eu sem poder valer-lhe - inerme!!! Má sorte...

      O Miguel e a Margarida estão de rastos. O Braz é o padrinho dele e isso acentua o sofrimento de ambos. O Rodrigo veio almoçar connosco e também estava triste e abismado.

      Se souberes de alguma hipótese do Miguel arranjar emprego aos 52 anos (muito competente e experiente em administração no aluguer e gestão de viaturas) apita. Talvez algum dos teus Amigos/as possa ajudar. Muito obrigado.

      Como verás no fim do artigo juntei uma ÚLTIMA HORA:O Braz hospitalizado já tem metástases nos rins e no fígado. Merda!

      Na segunda-feira vou marcar uma consulta a excelente neurologista indicado por vários médicos Amigos. Por favor diz-me aqui o que pensas ore os assuntos. Mais uma vez muito obrigado.

      Bjs da Raquel e qjs do Leãozão

      Eliminar
  4. Só posso fazer votos no sentido de que a "parkinson" se não confirme. Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chicamigo

      Muito e muito obrigado. Depois digo o que resultará da consulta.

      Quanto ao meu filho e ao meu irmão faz o favor de ler a minha resposta à Gracinhamiga. Se puderes ajudar o meu primogénito apita. Agradeço-te

      Abç do Leãozão

      Eliminar
  5. Coragem, querido amigo, muita coragem.

    Pensa 'do mal venha o menos'...
    Eu, no início, fiquei com medo de ser Alzheimer...

    O teu irmão deve vir para cá, a fim de ter o vosso carinho.
    Deve ser uma preocupação urgente.

    Acalma-te e procura não te enervares...
    Esse desespero cria um meio ácido no teu organismo ideal para o desenvolvimento de um cancro. Portanto, procura controlar-te, já que a excitação não resolve nada, de todo.

    Abraço carinhoso, com palmadinhas animadoras. Força!

    Gosto muito de ti, Leãozão...

    Beijinhos para ti e Raquel.

    FORÇA!!
    ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Madrinhamiga

      No estado em que está não o deixam viajar já ele me disse pelo telefone. O hospital é óptimo, moderno e tem ar condicionado E os três médicos que o viram são grandes profissionais - mas não se abriram muito. Temos realmente de ter coragem para ver no que tudo isto dá. Por isso estou a tentar ser corajoso e até à data esse desiderato tem funcionado.

      De qualquer forma vou consultar a minha psiquiatra e Amiga Alice Nobre. E já tenho a consulta de neurologia marcada para o dia 8 de Setembro (a 20 faço eu 75 e a 28 o Miguel completa 52)

      Para ele peço a tua ajuda bem como para outras/os Amigas/os para ver se consegue emprego. Tem o João e o Rodrigo na Faculdade e o que ganha a Margarida é 1/3 do que era habitual..

      Também gosto muito de ti querida Madrinha. E continuar a ter força para me aguentar. E vou/vamos conseguir!

      Bjs muitos bjs e qjs muitos qjs

      Raquel e o afilhado Leãozão



      Eliminar
  6. Ano do car...aças, FerreiAmigo!
    Tenta acalmar-te (dar conselhos é tão fácil...), apoia a família que a família apoia-te também.
    E que o estupor da nuvem negra desapareça e o diagnóstico da tua médica esteja errado.
    Grande abraço para ri, beijinhos para a Raquel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coimbramigo

      Agradeço muito penhorado o que me dizes. É costume dizer que depois da tempestade vem a bonança Mas quando?

      Enfim, a vida é mesmo madrasta

      Bjs e qjs para as tuas mininas e abç para tu

      Leãozão

      Eliminar
  7. Amigo Henrique, mas que ano!! Tudo junto? Bem, mas 'calma' nessa hora é a única coisa que funciona melhor. Pensa que nada fica no mesmo lugar e as coisas vão se arrumando conforme o andar da carruagem. Essas são, infelizmente, as barras pesadas de nossas vidas e que temos de reunir as forças para sairmos delas. Vai aliviar, amigo, você vai ver. O bom é que os amigos blogueiros se juntam para passar forças e ânimo ao amigo encrencado. Isso é maravilhoso!
    Terei pensamento positivo, mandarei daqui melhoras, em forma de 'pena', que o vento entregará na tua porta...
    Beijos a você e Raquel.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Taisamiga

      Palavras lindas as tuas que me fazem ficar sem saber escrever nada. As Amigas e os Amigos desta nossa blogosfera têm sido inexcedíveis no apoio, no amparo, na solidariedade com que têm acompanhado.

      Muito Agraço a força que têm vindo a fazer depois de saberem o que estamos passando

      Bjs da Raquel e qjs do Leãozão que também um abç ao Pedro

      Eliminar
  8. Meu querido Amigo, que lástima de ano, este, está a ser para ti. Espero que a tua saúde melhore. Não vai ser nada. Sinto muito pelos teus amigos que partiram e pelo teu irmão que está doente. Mas tens que ter coragem. E vais ter, porque sempre a tiveste. Estou a "torcer" para que dê tudo certo.
    Mantém a esperança.
    Um beijo, meu amigo Henrique.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Gracitamiga

      Já tu disse várias vezes: és maravilhosa - além de Grande na Poesia. As tuas palavras são um calmante para mim - que luto por manter a mente clara e a decisão de não me entregar.

      As coisas demoníacas vão por certo melhorar porque piorar não é possível...

      Bjs do Henrique, o Leãozão

      Eliminar
  9. Concentração de infelicidades...
    O que tem de "bom" quando tudo está mal é que SÓ pode melhorar.
    É preciso acreditar e desejo-te tudo de bom e o mais depressa possível!
    Fiquem bem. Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Papoilamiga

      Como disse atrás pior não é possível. E portanto concordo contigo; muito obrigado.

      Com o teu apoio e de muitas/os mais Amigas/os hei-de ultrapassar este calvário!

      Eliminar
  10. Concentração de infelicidades...
    O que tem de "bom" quando tudo está mal é que SÓ pode melhorar.
    É preciso acreditar e desejo-te tudo de bom e o mais depressa possível!
    Fiquem bem. Bjs

    ResponderEliminar
  11. FerreirAmigo. O ano já caminha para o fim... outros anos virão, e serão melhores, um abraço doladecá. Vazamigo

    https://www.youtube.com/watch?v=OlcQE4NeXow

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luizamigo

      Oxalá assim seja e um abç do ladodecá. Obrigado. Qjs para a Maribel e para todos os Vazes

      Leãozão

      Eliminar
  12. Serão tempos para esquecer. Faço votos para que melhores tempos venham aí.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Luisinhamiga

      Serão, é certo; mas enquanto durarem doem muito. Muito obrigado

      Bjs da Raquel e qjs do Leãozão

      Eliminar
  13. Um ano mesmo complicado, sem sombra de dúvidas! :(
    Lamento, muito mesmo, tudo aquilo por que estás a passar mas, como não me queria repetir, o resto das considerações deixei-as lá nos Jardins em resposta ao teu conturbado comentário.

    Um abraço forte e solidário, em especial para a Raquel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clarinhamiga

      Estive lá e compreendi o que disseste. Ainda que não concorde com tudo foi para mim um lenitivo. Sabes que gosto muito de ti - independente de concordar ou discordar. Daqui da NOSSA TRAVESSA não me canso de agradecer muito sensibilizado

      Bjs da Raquel e qjs do teu admirador - sempre - Leãozão

      Eliminar
  14. Puxa vida,Ferreira! A vida nos prepara situações e presentes tristes por vezes e temos que aceitar... Desejo que essa maré passe e que cheguem as boas noticias. Por isso temos que bem aproveitar a vida!Pra te acalmar, meu marido teve o CA do teu irmão há 5 anos. Operou, tratou, ficou bem. Ano passado, mais dois, tratou, curou, está bem, sempre em tratamento, mas vida normal. FÉ, esperança não podem faltar! abração, chica e Boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chiquinhamiga

      Obrigadíssimo pelas tuas palavras amigas. Fico feliz pelo meu marido continue a viver normalmente. Oxalá tal aconteça com o meu irmão - mas já tem 71 anos.

      Qjs do Leãozão

      Eliminar
  15. Bom dia, boa tarde, boa noite.
    Meus Deuses! É dose a mais para um só ano. Como eu o compreendo, quando para mim, o ano de 2009 foi horrível. De 24 de Setembro até fim de Dezembro tive a vida virada mais para o lado de lá que o lado de cá. 24 de Set, sofri um acidente de trabalho que me ia ceifando a vida. 35% do corpo queimado. Nada mau, podia ter sido pior...desde aí até ao fim do ano, perdi, uma cunhada da minha idade, a minha sogra, mãe dela, e uma tia muito querida. Felizmente que estou cá, ESTAMOS CÁ. Temos que acreditar que "amanhã" é sempre melhor.
    A si, Sr Antunes Ferreira, peço-lhe que mantenha acalma e viva a vida, um dia de cada vez. Desfrute de tudo o que lhe apetecer. Não vá amanhã ser tarde. Não desista da escrita. Vá dando noticias.
    A vida é muitas vezes madrasta, mas, temos que "saber" trocar-lhe as voltas. Digo eu. Lool.

    Para terminar, porque não quero ser chata, agradeço-lhe a visita ao meu/nosso, blogue, bem como o carinho com que escreve. Muito Obrigada. Não desista. Não desanime. E desfrute cada dia como se fosse o último.

    Um grande abraço de conforto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Cidáliamiga

      Tenho de te agradecer as palavras que me enviaste. Mas tenho ainda que pedir: tira o Sr.. Por mal dos meus pecados fiz-te lembrar aguas passadas que não podem voltar.Na realidade, depois destes tormentos ainda ESTAMOS CÁ.

      A vida é só uma e não devemos estraga-la, despreza-la ou joga-la fora. Concordo inteiramente contigo: há que vivê-la da melhor maneira possível. Viver é fácil; saber viver é que é difícil...

      Não tens que agradecer nada. Digo o que sinto e pronto. E juro que me confortaste, podes crer.

      Qjs do teu amigo Leãozão

      Eliminar
  16. Nossa meu amigo, quantos acontecimentos em um ano. Realmente a vida é cheia de acontecimentos bons e ruins, mas o mais importante, a maior vitória é VOCÊ. Meu amigo estou aqui distante, mas torcendo por você. Um grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Francisamigo
      Acertaste na mouche E amparaste-me desse país filho e irmão com palavras que me tocaram. Só tenho uma palavra - obrigado

      Abç do Leãozão

      Eliminar
  17. Olá, estimado Henrique!

    Faz muito bem desabafar com os seus amigos, pke eles são, servem para as ocasiões boas e más.

    Uma depressão bipolar, já não é brinquedo, mas tenho de dizer-lhe que do lado de cá -risos - não se sente nada, porque o meu amigo continua a escrever textos interessantes e com mto humor, embora com algumas ausências, mas Goa levou-lhe e leva-lhe o olhar e não só, em termos de cidades/países.

    Este ano para vocês, Henrique e Raquel, tem sido de gritos e bem se pode aplicar a expressão "uma desgraça nunca vem só", mas vamos olhar em frente, às direitas e eu pedirei a Deus por todos vós. Já esta noite, quer queira, quer não (risos).

    São mtas coisas ao mesmo tempo, sabe, e isso faz "descontrolar" e desanimar qualquer um/a, mas a vida não nos traz só surpresas más.

    Era bom k o seu filho arranjasse emprego, mesmo não compatível com as habilitações profissionais/académicas dele, pke quem foi 26 anos Diretor Financeiro da Avis, Rent a Car, tem de ter talento, patuá e mta inteligência (saí ao pai, o miúdo). bem, o domínio Filipino já acabou em 1640 com a subida ao trono de D. João IV. Cuidado, Miguel! Depressões, não, pke ja chega e sobra a do pai.

    E depois, Henrique, tanta gente sua amiga a morrer de cancro! E agora o seu irmão! Pois, se é na próstata, as coisas são mais graves k se fossem DA próstata e inda por cima, há já metástases. Enfim, que Deus resolva o k for melhor para ele.

    Qto ao IRS esqueça, pke paga em suaves prestações. É um mal menor! E como o Henrique até é do PS, vai ver k isso foi apenas um susto - risos. Têm de ir para Goa noutra altura para terminarem com essas situações.

    Qto ao diagnóstico k lhe fizeram, pode não ser bem assim. Os neurologistas TÊM DE SABER O SEU BACK-GROUND NEUROLÓGICO PARA SE PRONUNCIAREM. O seu sistema nervoso, não é, nem famoso, nem seu amigo e portanto podem aparecer sintomas, k se confundam. Entendeu, o k quis dizer, decerto!

    Há atualmente fármacos mto bons, que podem dar-lhe mta qualidade de vida até aos cem anos (chega ou quer só um bocadinho mais -risos?)

    Qto à sua NOTA, APENAS! Bem, fiquei a pensar nela. Por vezes, não conduzimos a vida pelos melhores caminhos, mas não é por mal, por estroinice, é pke gostamos de viver cada minuto como se fosse o último, somos alegres, comparsas, uns mãos livres, gostamos de conviver, ir aqui, ir ali, enfim, conhecer.
    Eu não faço parte desse grupo, ensinaram-me a não dar um passo maior k a perna, aliás, os meus pais mesmo que tivessem 50, diziam-me sempre k tinham só 5.

    Espero, sinceramente, que a situação melhore para as bandas da Alta de Lisboa e vamos ter FÉ, pke Deus é Seu pai e tal como o Henrique está preocupado com o seu filho Miguel, Deus tb está com todos vocês.

    Beijinhos para ambos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Céuzitamiga

      Uma mensagem de Amizade longa mas sentida só podia partir de ti. E os termos que utilizas deixaram-me tão feliz quanto me é possível

      Uma doença bipolar é um pesadelo. E viver com ela durante cinco anos (e seis psiquiatras) é um tormento. Por isso estou a tentar controlar-me - e sinto que o tenho vindo a conseguir.

      Um mal tem quase sempre um bem que vem a seguir - eu sei. Mas também sei que a única coisa que não podemos evitar é a morte. Ora diz o ditado pagar e morrer quanto mais longe melhor

      Mas para quê falar de morte? Há, sim, que falar da VIDA. Reconheces que 2016 para nós tem sido um ano maldito. Oxalá ninguém passe o que nós temos passado.

      Como sabes não sou crente, mas respeito todos que o são; por isso te agradeço sinceramente; mas pedir a Deus por mim é ter Fé e deixa-me embevecido. Tudo o que possa ajudar é bem vindo.

      E uma ajuda muito grande seria o nosso Miguel encontrar trabalho. Economista com 2 anos de trabalho e de experiência são um bom cartão de visita mas os 52 anos hão tristemente uma realidade. Ninguém devia ser velho com 52 anos!

      Daqui faço um apelo às Amigas e aos Amigos. Se souberem de alguma oportunidade profissional para o nosso Miguel apitem por favor. Eu ficar-vos-ei muito agradecido e ele também

      No dia 8 de Setembro vou à consulta duma neurologista que faz parte da equipa do Dr. Mário Miguel Rosa uma sumidade - dizem-me. Antes de tudo o mais fico informado e depois tratado. Mas todos os médicos meus amigos têm-me dito que hoje hanovos medicamentos que não curando, proporcionam um nível de vida bastante bom.

      Finalmente a doença do meu irmão Braz é um bico-de-obra; pelo andar da carruagem o futuro dele é muito preocupante. E ele já sabe disso! Porra! Mil vezes porra! Aguardo / amos o que vai dar e quando...

      A NOTA e totalmente verdadeira. Podíamos ter vivido de outra maneira. Mas a que vivemos deu-nos prazer e nunca fomos - nem a Raquel nem eu - de aforrar. E juro que não andámos na estroinice, no aviltamento, muito menos nos excessos e no desbragamento. Essa vida deu-nos prazer mas nos trouxe muitos euros; mas não a trocávamos por outra coisa. Diz o Povo pobretes mas alegretes

      E pronto, faz bem desabafar com a maltamiga. Pelo menos é o que sinto... E vou continuar a escrever... Juro.

      Muitos e muitos qjs do Leãozão

      Eliminar
  18. Lamento o que lhe tem acontecido. Não lhe vou dizer para ter calma,, porque sei que isso é praticamente impossível dadas as circunstâncias.Tem que estabelecer prioridades e a mais importante é ir ao neurologista, fazer os exames necessários e saber o que se passa consigo. Isso é o principal, pois não conseguirá ajudar o irmão se não estiver bem, Faço votos que não seja Parkinson, mas hoje já há medicamentos de controle da doença, e quanto mais cedo se iniciam melhor a qualidade de vida no futuro.
    Sem saber como ajudar, e sendo pessoa de fé, vou rezar por vós.
    Força e muita Luz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elviramiga

      Agradeço-te do fundo do coração tudo o que me dizes e que faz aumentar a ESPERANÇA que vou tendo. Tudo o que for apoio, amparo significa Amizade. Esta fizemo-la em pouquíssimo tempo e quero que continue assim. Aguardo tão sereno quanto me é possível a consulta no dia 8 de Setembro.

      Qjs do leãozão

      Eliminar
  19. Lamentável tudo o nos descreves, amigo Henrique ! ... Costuma dizer-se que um azar nunca vem só ! :((
    Mas permite-me que te diga que esta "exposição" também não contribui para que te sintas melhor, ou que te resolva os "problemas" ! Certamente que também não, para que tenhamos "pena de ti". Ela só vem agravar-te as "coisas" e mantê-las ainda mais presentes e isso não é bom ! :(
    Precisas é de coisas que te distraiam e não que mantenham vivos, constantemente, esses infortúnios !
    Faz por não pensar nessas coisas, esquecê-las, na medida do possível e principalmente evita falar nelas, para bem da tua saúde !
    Vamos lá a tomar uma atitude mais "positiva" e tentar dar a volta à situação ! Certamente que és suficientemente forte para isso ! :)

    Grande abraço (apenas) solidário ! :(

    ResponderEliminar
  20. Ruiamigo

    Para mim desabafar é essencial e inultrapassável. É uma catarse . E com que o devo fazer? Com as/os Amigas/os da blogosfera mas também com outras pessoas que são minhas (nossas) Amigas.

    Dito isto quero uma vez mais agradecer todo o apoio que muitas/os me têm dado. Não venho pedir uma esmolinha de solidariedadezinha, muito menos solicitar uma caridadezinha... Penso que tenho o direito de o fazer; se há quem não goste disso fique com a sua opnião - que eu fico com a minha.

    Como posso não pensar "nessas coisas" se vivo com elas permanentemente; esquecê-las, ainda que na medida do possível? Diz-me como é que devo fazer para chegar a tal desiderato. Eu - confesso que não sei... Sei apenas que vou tendo força para aguentar a situação. E vou continuar a escrever enquanto me aturarem

    Mas a resposta já vai longa sem que te agradeça o que quiseste enviar-me. Sei muito bem que és um bom Amigo, por isso - e por tudo o mais - muito obrigado

    Bjs da Raquel e abç do Leãozão

    ResponderEliminar
  21. Amigo Henrique
    Terminaste com uma grande verdade:os amigos são para todas as ocasiões e devem estar presentes., principalmente nas piores.Aí é que, quem sofre, mais agradece um ombro amigo.
    Pois desejo que o teu irmão não sofra e, com as descobertas que têm sido feitas, e estando num país rico, possa ter acesso a todos os cuidados de que necessita.Claro que, junto da família estaria muito melhor, porque a parte emocional é muito importante.
    Quanto a ti, desejo rápidas melhoras. Conheço um senhor com 92 anos e Parkinson que é perfeitamente autónomo e, dizem os médicos, que ele faz parte daqueles 10% da idade dele que vão continuar a viver com qualidade e por muitos anos.É o que te desejo.
    E, fica com esta, que tu mesmo escreveste:não há mal que sempre dure.Há momentos maus, mas tudo vai mudar, confia.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beatrizamiga

      Se não acreditasse - não escrevia; porque para mim a Amizade é das melhores coisas que há no Mundo.

      Já tentámos tudo para ver se ele vem até cá; mas os médicos dizem que é muito perigoso para ele. Não proíbem, mas opinam e aconselham.

      Eu só sei que nada sei disse o Sócrates - o da Antiguidade - e é um pouco o que se passa comigo. A consulta a neurologista foi adiada para o dia 15 de Setembro, dia em serei visto por outro médico.

      Tenho de terminar com esta angústia pois irei saber se é ou não é Parkinson. De qualquer maneira, se for irei começar com os tratamentos

      Não quero chegar aos cem anos; mas se tiver qualidade de vida...

      De resto o que mais me preocupa - cá - é a situação do meu filho Miguel. Ele está a tentar conseguir algum trabalho, pois tem condições para o fazer, competência e experiência.

      Se conheceres alguém que possa ter interesse nele, apita. Ficar-te-emos muito gratos: ele e eu. Muito obrigado


      Qjs do Leãozão.

      Eliminar
    2. Amigo Henrique
      Sei bem o que é queremos trabalho para algum familiar.Pela tua experiência, sei que não precisas dos meus conselhos, mas, quando a minha filha, No Algarve, iniciou a sua carreira como advogada, sugeri-lhe que fosse ao tyribunal. apresentar-se como tradutora intérprete e, apesar de lá haver muita gente a fazer o mesmo, o certo é que ela começou assim, ganhando experiência para futuro trabalho na sua área.Coma quantidade de estrangeiros a residirem em Lisboa, por que não o teu Miguel fazer o mesmo?!
      No entanto, se eu souber de algo, aviso, podes ficar tranquilo.
      As melhoras ao teu irmão e não te aflijas com o Parkinson, pois lido diariamente com alguém assim.O único problema são as idas nocturnas à casa de banho, mas são quase 93 anos!De resto, a vida decorre normalmente, incluindo escrever, mas com muita esforço.
      Um grande abraço ao simpático casal
      Beatriz

      Eliminar
  22. Realmente, que raio de ano o seu e o de sua esposa !!!!

    Nada mais posso fazer do que desejar que nada mais apareça durante os três meses que faltam e que 2017 seja muitissimo melhor.

    Abraço caloroso e solidário... e nem pensar em deixar de escrever !!!

    ResponderEliminar
  23. Sãozinhamiga

    Muito obrigado. Espero, como me dizes, que o 2017 seja melhor. Caramba! Pior não pode ser; mas ainda faltam quatro meses...

    De resto e como acima escrevi o que mais me preocupa - cá - é a situação do meu filho Miguel. Ele está a tentar conseguir algum trabalho, pois tem condições para o fazer, competência e experiência.

    Se conheceres alguém que possa ter interesse nele, apita. Ficar-te-emos muito gratos: ele e eu. Muito obrigado


    Qjs do Leãozão


    ResponderEliminar
  24. Henriqueridamigo.

    Estive ausente um mês dando descanso também à net e só agora fiquei a par deste seu doloroso desabafo.
    Realmente tem sido um ano danado para o meu amigo e sua família.
    ~Espero e desejo que a sua alma de lutador e o seu espírito que tanto aprecio o ajude a superar tantas vicissitudes.
    Sei bem o que é o desanimo, mas também sei que tudo passa meu amigo, coragem!

    Um grande beijinho para a amiga Raquel e outro igual para si.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fernandinhamiga

      Um raio de um ano que só acaba daqui a quatro meses...

      Estive bastante abalado e, como digo acima, até pensei deixar de escrever. Caí em mim e -com toda a ajuda e solidariedade que as Amigas, os Amigos, a minha Família venho ultrapassado os desalentos.

      E recomecei a escrever. Esta gente deliciosa que encontrei, encontro e penso que encontrarei disse-me que não podia fazê-lo.

      Oxalá as tuas férias e o descanso te dêem mais forças para também seguires em frente. E muito obrigado pelo carinho que me (nos) dispensas

      Bjs da Raquel e qjs do Leãozão

      Eliminar
  25. O último parágrafo é que importa, Leãozão. Tem de ter força e acreditar que as coisas só podem melhorar. Se não for já em dois mil e dezasseis, que seja o ano de dois mil e dezassete inesquecível por coisas boas. É o que lhe desejo.

    ResponderEliminar
  26. Mam'Zellamiga

    Muitíssimo obrigado pelas tuas palavras amigas. Creio que vão melhorar. Pior é quase impossível. Como a esperança é a última, espero que 2017 seja melhor... Muitíssimo melhor!

    Qjs pata ti e para a Bolachita do Leãozão

    ResponderEliminar
  27. Gentamiga

    Para além das respostas individuais que acima deixo NÃO POSSO DEIXAR AQUI UM UM AGRADECIMENTO MUITO SENTIDO A TODAS E TODOS QUE SE ME TÊM DIRIGIDO ACOMPANHANDO NESTES MOMENTOS MENOS FÁCEIS POR QUE VENHO (VIMOS) PASSANDO.

    Infelizmente ainda não tenho (temos) resultados das diversas diligências que é preciso fazer para atingir os objectivos que persigo (perseguimos)

    1) AGUARDO (AGUARDAMOS) MUITO PREOCUPADO/S O QUE SE IRÁ PASSAR COM O ESTADO DA DOENÇA DO MEU IRMÃO BRAZ QUE TUDO INDICA SER DEVERAS MELINDROSO

    2) ESPERO PELA MINHA IDA AO NEUROLOGISTA - 15/09/2016 - E SÓ DEPOIS DOS RESULTADOS DOS EXAMES PODEREI DAR-VOS CONTA DO QUE SE ESTÁ PASSAR e

    3) NO QUE CONCERNE AO MEU PRIMOGÉNITO (DR. MIGUEL FERREIRA, 52 ANOS) ELE CONTINUA A PROCURAR EMPREGO. JÁ FIZ ALGUMAS DILIGÊNCIAS NESSE SENTIDO, MAS POR ENQUANTO NADA) VAMOS ENVIAR ELE E EU PRÓPRIO CURRÍCULOS A QUEM JULGAMOS MAIS HABILITADOS PARA O OBJECTIVO


    DE QUALQER MODO AQUI REPITO O APELO: SE ALGUÉM DO VÓS SOUBER DE ALGUM TRABALHO/EMPREGO QUE ELE POSSA FAZER, FICAR-VOS-EI/MOS MUITÍSSIMO AGRADECIDO/S.

    Apesar de alguns comentários menos favoráveis sobre a forma que tenho usado sobre estes acontecimentos, continuo a pensar que DESABAFANDO CONVOSCO FICO UM POUCO MAIS DESANUVIADO... É a minha maneira de ser.

    Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  28. Querido Amigo Henrique,
    Sou o quinquagésimo comentário, um nº engraçado, só hoje, pude dar aqui um salto.
    Gosto da sua energia, da sua força e lucidez, para além da agudeza de espírito, por tudo isso, 2016 é uma provação à sua inteligência e ela está a corresponder de uma forma magnífica, com afecto e razão, com negação e firmeza, mas acima de tudo com esperança. Não há parkinson que vença.
    Beijinho e desculpe a minha rudeza.
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aninhasamiga

      "Proíbo-te de" pedir desculpa! De quê minha querida Amiga? Porquê? Se as tuas notabilíssimas palavras me enchem de satisfação, quem tem de te pedir escusa sou eu por dar-te conta dos momentos por que estou a passar.

      Mas, desabafar também é descontrair. E com a tua (vossa, de todos) ajuda gentil acredita que deste ânimo a reforçar a força que tenho de ter. Obrigado

      Qjs do amigo que gosta muito de ti

      Leãozão

      Eliminar
  29. Henrique, desabafar faz bem, o pior mesmo é guardar os problemas e ficar matutando neles o dia inteiro. Realmente o 2016 não te tem dado tréguas...mas, como dizes -e é verdade- não há mal que sempre dure. Grande abraço, jg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jorgeamigo

      Há quanto tempo começou a nossa Amizade? Desde... Nada, de sempre! No meio da chatice fod...rnicada por que estou(estamos) passando é tão bom ter um Leãozão a amparar outro Leãozão!...

      Pqp, por extenso, puta que pariu 2016.

      Um grande, um enorme abç

      Eliminar
    2. Jê Guêamigo

      Vi logo que eras tu...

      E um a latare: em 20117 vamos ser campeões? Vamos!

      Eliminar
  30. VINDO DA CANDIDE COLLIN - MONTRÉAL -QUÉBEC

    Cher Henrique,

    C'est toujours un grand bonheur de te lire, de lire cette langue si belle lorsqu'elle est bien maîtrisée. Temos immensas saudades de voces, de Lisboa y do pais.

    Ate ja!

    Candide
    _________
    O casal Collin (Marcel e Candise) é nosso Amigo de há muitos para cá. O Marcell foi enarregado da emigração para o Quebeque na embaixada do Canadá em Lisboa. Já ficaram em nossa casa das várias vezes que aqui vieram para matar saudades e nós "retribuímos" ficando na casa deles em Quebeque e Paris. Somos também amigos dos filhos deles Olivier e Philipe, que conhecemos quando eram miúdos

    Obrigado

    Bjs da Raquel qjs e abçs do Leãozão

    ResponderEliminar
  31. Lamento tudo o que te está a acontecer, Henrique.

    Procuro palavras de conforto. mas não as encontro.

    Abraço amigo e solidário da amiga de sempre, Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresinhamiga

      Danke Freud. Faz bem ter uma Amiga como tu que me (nos) acompnha nos maus momentos. É preciso muita força para aguentar, mas com a tua ajuda e solidariedade aguento(amos) mais

      kleine Käse

      Eliminar
  32. Henrique, nem sei que te diga. perante todas as emoções que se ginasticam dentro de mim, deixo-te um enorme abraço. Forte, muito forte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agostinhamigo (I)

      Basta a tua vinda aqui para me apoiares. Não preciso de dizer mais

      abç meu querido Amigo

      Leãozão

      Eliminar
  33. Henrique, nem sei que te diga. perante todas as emoções que se ginasticam dentro de mim, deixo-te um enorme abraço. Forte, muito forte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido Amigo

      O meu abração é também muito, muito forte...

      Eliminar